A obra, dirigida por Eric Barbier, é uma versão do romance autobiográfico de Romain Gary, um dos maiores escritores franceses do século XX e vencedor, por duas vezes, do prêmio Goncourt, o mais importante da literatura francesa.

Rodado em cinco países durante 14 semanas, o longa retrata a Polônia dos anos 20 e o México dos anos 50, conta com cenas filmadas no deserto africano, em Nice e em uma Paris ambientada antes da Segunda Guerra e uma Londres bombardeada.

 

Sinopse

De sua infância difícil na Polônia, passando por sua adolescência sob o sol de Nice, até suas proezas como aviador durante a Segunda Guerra Mundial, Romain Gary viveu uma vida extraordinária. Mas essa ânsia por viver mil vidas e se tornar um grande homem, ele deve a Nina, sua mãe. É o amor louco dessa mãe cativante e excêntrica que fará dele um dos maiores romancistas do século XX. Mas esse amor materno, sem limites, também será seu fardo por toda vida. Adaptação do livro de Romain Gary, La promesse de l´aube, um dos relatos mais comoventes já escritos sobre o amor materno.

Educado para se tornar um “homem do mundo” uma vez que o sonho de Nina era que Gary fosse famoso, ser escritor não foi a primeira aposta para o filho, a quem chegou a incentivar os estudos de violino. Já Gary, em um determinado momento almejou ser pintor, prática não apoiada por ela. Em uma das cenas do filme, Charlotte/Nina diz que não quer que ele pinte, apesar de seus pedidos insistentes: “Van Gogh se suicidou com 35 anos. Você pode ter talento, mas eles o matarão. Quero que seja famoso enquanto está vivo”, ressalta. Quando a literatura se torna uma opção, ao ler seus escritos a mãe incentiva: “Você será Tolstói, meu filho. Você será Victor Hugo”.

 

Criadora do Yada Yada, produtora de conteúdo, youtuber, podcaster. Fã do mundo do entretenimento nerd desde adolescente, tem como hobbies os filmes, seriados, livros e jogos. Sempre perde a cabeça com as promoções da Steam e é especialista em ficar pistola a qualquer momento do dia.