O Festival Varilux de Cinema Francês, que traz a nova safra da cinematografia francesa aos cinemas brasileiros anualmente, realiza o 2º Laboratório Franco Brasileiro de Roteiros coordenado por François Sauvagnargues, especialista de ficção e ex-diretor geral do FIPA, o Festival Internacional de Programação Audiovisual (Biarritz, França). Parte integrante das atividades paralelas que estimulam o intercâmbio cultural no âmbito do Festival, o curso acontece no Rio de Janeiro entre 4 e 8 de junho. A edição 2018 do Varilux acontece entre 7 e 20 de junho, em 60 cidades brasileiras.

Destinado a roteiristas, o laboratório permite o desenvolvimento de escrita de projetos dos participantes, principalmente de roteiros de longa-metragem e séries de TV. O objetivo é acompanhar a escrita, explorar abordagens que facilitem a construção da história, orientar os autores ajudando-os a encontrar suas particularidades e a construir uma narrativa que faça sentido.

As inscrições, para se candidatar a uma vaga, podem ser realizadas entre 20 de abril e 18 de maio no site do festival, no qual os interessados também poderão ter acesso ao regulamento e obter informações sobre como proceder.

O Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros é uma parceria entre o Festival Varilux de Cinema Francês e o Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA).

Criadora do Yada Yada, produtora de conteúdo, youtuber, podcaster. Fã do mundo do entretenimento nerd desde adolescente, tem como hobbies os filmes, seriados, livros e jogos. Sempre perde a cabeça com as promoções da Steam e é especialista em ficar pistola a qualquer momento do dia.