Skip to content

Revimos Batman vs Superman (2016)

A origem da justiça é bem caída.

SEM SPOILERS

Batman vs Superman mostra o que acontece dezoito meses depois da batalha entre o homem de aço e o general Zod em Metrópolis. O alienígena é visto como um vilão e Bruce Wayne está disposto a culpá-lo por todas as vítimas inocentes da batalha.

Enquanto isso, Clark Kent (Henry Cavill) com seu disfarce maravilhoso de jornalista, tenta parar o vigilante morcegíneo que está marcando os criminosos para serem mortos por outros criminosos na cadeia. É isso aí, a premissa toda você já conhece. Você está aqui pra me ver falar das piores coisas do filme. Vamos lá!

Você sangra? Quem se importa?

Começando pela cena dolorosa do Lex Luthor (Jesse Einsenberg) colocando a balinha na boca do cara. Não venha me dizer que era pra provar o poder e blábláblá. Foi só desconfortável mesmo. E minha nossa, o Jesse só sabe fazer um papel em todos os filmes que ele participa.

Jeremy Irons é um ótimo ator e acredito que ele tenha sido um bom Alfred, mas o legado de Michael Caine na trilogia Batman do Christopher Nolan me faz sempre imaginar um mordomo velhinho com a fleuma britânica e não um cara novo cheio de energia.

Aliás, eu culpo os ótimos filmes da trilogia Nolan pelo não sucesso de Batman vs Superman.

Se eu quisesse, você já estaria morto

Um ponto positivo do filme é a apresentação dos integrantes da futura Liga da Justiça, mesmo sendo breve. Um erro cometido pela DC em Esquadrão Suicida foi simplesmente jogar os personagens no filme e esperar que o público criasse um vínculo imediato.

O visual é muito escuro e isso não significa que seja um filme sério para adultos. Zack Snyder não soube dosar a parte sombria. Todo momento no filme é grandioso, é slow motion, é uma puta cena! Quando toda cena é uma mega produção, nenhuma se destaca.

E nosso veredito é:

Nota: 4/10

O filme tem coisas boas, como a cena do Bruce Wayne correndo em direção aos destroços da Wayne Tower ou do Superman no meio da multidão sendo reverenciado como um deus. Mas no geral é uma produção que deixa muito a desejar.

Criadora do Yada Yada, produtora de conteúdo, youtuber, podcaster. Fã do mundo do entretenimenrto nerd desde adolescente, tem como hobbies os filmes, seriados, livros e jogos. Sempre perde a cabeça com as promoções da Steam e é especialista em ficar pistola a qualquer momento do dia.

Published inCINEMAHQSNOSTALGIA